Músicas (Projeto Kalunga)

João Nogueira – Lá de Angola

Comentário: Música menos conhecida, mas emblemática da missão, Lá de Angola  foi composta por João Nogueira, que integrou o Projeto Kalunga, e gravada no seu disco “Na boca do povo”, em 1980. A letra não deixa dúvidas quanto à opinião do compositor: Samba vem lá de Angola/não vem lá da Bahia não/ Samba vem lá de Angola/não vem lá do Rio não.

Letra:

É preciso navegar

Pra poder se esclarecer

Do lado de lá do mar

É preciso ver pra crer

Gente que lutou para se libertar

Ver no amanhã

Novo sol chegar

Ter que trabalhar, reconstruir

Bom futuro há de vir

Eu vi Luanda, Benguela

Lobito e outras mais

Na Catumbela, o Samba

Jorrou, me deu sinais

Que naquela terra cantaram

Sambaram meus avós

Ilha de Mussolo teve gente que chorou

Lá, lá, lá

Lá, lá, lá

Samba vem lá de Angola

Não vem da Bahia, não.

Samba vem lá de Angola

Não vem lá do Rio, não.


 

 

Djavan – Luanda

Comentário: Uma das canções em homenagem a Angola que ele gravou no disco que lançou logo após o Projeto Kalunga, em 1981, chamado “Seduzir”.

Letra:

Foi numa noite de luanda

que um clarão me abalou em lobito

como fosse um raio de susto, um facho místico

talvez o sol tenha esquecido

uma gota do dia na noite

pra saciar a sede do espírito em seu pernoite

ou foi o ar que incendiou

num grito da mãe oxum

dizendo: “menino, onde é que tu anda?

Eu te batizo africamente?com o fogo que deus lavrou tua semente”

luanda, luanda, luanda, luanda

luanda, luanda, luanda, luanda

luanda, luanda, luanda, luanda


 

 

Djavan – Nvula Ieza Kia (A chuva já chegou); Humbiumbi

Comentário: Composição de Felipe Mukenga, músico que participou do Projeto Kalunga em Luanda, gravada por Djavan no disco “Seduzir”.

Letra:

Humbiumbi yange yelela tuende

Kakele ka tchibamba?Osala posi…

Vakuene vayelela yelela tuende.

Kakele ka thimbamba?Osala posi…


 

 

Martinho da Vila – Velha Chica

Comentário: Composição de Valdemar Bastos, músico angolano que também subiu o palco do Projeto Kalunga, em Luanda, gravada por Martinho da Vila no disco “Sentimentos”, em 1981.

Letra:

Antigamente a velha Chica

Vendia cola e gengibre

E lá pela tarde

Ela lavava a roupa do patrão importante

E nós os miúdos

Lá da escola, perguntávamos

A vovó Chica

Qual era a razão daquela pobreza

Daquele nosso sofrimento

Xê, menino, não fala política

Não fala política, não fala política

Mas a velha Chica, embrulhada nos pensamentos

Ela sabia, mas não dizia

A razão daquele sofrimento

Xê menino…

E o tempo passou

E a velha Chica só mais velha ficou

Ela somente fez uma cubata

Com teto de zinco

Com teto de zinco

Xê menino…

Mas quem vê agora

O rosto daquela senhora

Daquela senhora

Já não vê as rugas do sofrimento

Do sofrimento

Ela agora só diz

Xê menino, posso morrer

Posso morrer

Xê menino posso morrer

Já vi Angola?Independente


 

 

Clara Nunes – Morena de Angola

Comentário: Música mais famosa do Projeto Kalunga, foi interpretada e gravada pelo compositor Chico Buarque no seu disco “Vida”, de 1980. Composta por Chico Buarque ainda em Angola, a pedido de Clara Nunes, a música também foi gravada pela cantora no seu disco “Brasil Mestiço”, lançado no mesmo ano de 1980.

Letra:

Morena de Angola que leva o chocalho amarrado na canela

Será que ela mexe o chocalho ou o chocalho é que mexe com ela

Será que a morena cochila escutando o cochicho do chocalho

Será que desperta gingando e já sai chocalhando pro trabalho

Morena de Angola que leva o chocalho amarrado na canela

Será que ela mexe o chocalho ou o chocalho é que mexe com ela

Será que ela tá na cozinha guisando a galinha à cabidela

Será que esqueceu da galinha e ficou batucando na panela

Será que no meio da mata, na moita, a morena ainda chocalha

Será que ela não fica afoita pra dançar na chama da batalha

Morena de Angola que leva o chocalho amarrado na canela

Passando pelo regimento ela faz requebrar a sentinela

Morena de Angola que leva o chocalho amarrado na canela

Será que ela mexe o chocalho ou o chocalho é que mexe com ela

Morena de Angola que leva o chocalho amarrado na canela

Será que ela mexe o chocalho ou o chocalho é que mexe com ela

Será que quando ela vai pra cama a morena se esquece dos chocalhos

Será que namora fazendo bochicho com seus penduricalhos

Morena de Angola que leva o chocalho amarrado na canela

Será que ela mexe o chocalho ou o chocalho é que mexe com ela

Será que ela tá caprichando no peixe que eu trouxe de Benguela

Será que tá no remelexo e abandonou meu peixe na tigela

Será quando fica choca põe de quarentena o seu chocalho

Será que depois ela bota a canela no nicho do pirralho

Morena de Angola que leva o chocalho amarrado na canela

Eu acho que deixei um cacho do meu coração na Catumbela

Morena de Angola que leva o chocalho amarrado na canela

Morena,minina danada, minha camarada do MPLA